No dia 24 de maio, os membros que compõem a Família da Esperança, recebem, das mãos do Cardeal Stanislaw Rylko, o reconhecimento pontifício como Associação Privada de Fiéis, de caráter internacional.