Juliana Paula

 “Estar na presidência é uma motivação a mais para continuar levando a Esperança ao maior número de pessoas”

Juliana é natural de Toledo/PR. O seu relacionamento com a Fazenda da Esperança começou no Movimento dos Focolares, quando uma jovem que participava do Movimento se envolveu com drogas. O padre, que acompanhava o grupo, convidou-a para acompanhá-lo até a Fazenda para onde levariam a moça.

Ao chegar à Fazenda, no Paraná, foi surpreendida pelo acolhimento, com música e sorrisos no rosto, algo muito diferente do conceito preestabelecido sobre centros de recuperação. No retorno para casa, o padre sugeriu que Juliana fizesse uma experiência na Fazenda, no entanto, ela não cogitava deixar tudo e ir viver como voluntária.

Após um mês, em um encontro na Fazenda de Guaratinguetá/SP, Juliana foi mais uma vez marcada pela alegria e amor dos acolhidos e acolhidas. Passou então a trocar cartas com alguns, que partilhavam experiências concretas do Evangelho. Com isso, em janeiro de 2003 foi viver uma experiência na Fazenda, o que teria sido programado para 1 ano, hoje são 19 dentro da Obra.

Galeria de Imagens

Além da nossa querida Juliana

Leia também sobre a trajetória de vida de outros membros da presidência

Padre Luiz

Ainda jovem Luiz desejava ser padre. Orientado pelo seu bispo, ele aceitou fazer uma experiência de discernimento pessoal na Fazenda da Esperança.

Leia Mais >

Angelúcia

O contato inicial de Angelúcia com a Fazenda foi através dos primeiros informativos. Ela sentiu o desejo de conhecer mais a obra e se voluntariar.

Leia Mais >

Ricardo

Ricardo

Ricardo conheceu alguns membros da Fazenda em encontros do Movimento dos Focolares. Foi então que teve a vontade de fazer uma experiência na comunidade.

Leia Mais >

X